Equipe Umbler
Equipe Umbler

Aprenda a produzir conteúdos para todas as etapas do funil de marketing!

A produção de conteúdos para todas as etapas do funil de marketing é fundamental em toda estratégia assertiva.

Caso não se lembre, o funil de marketing consiste em uma representação visual de todos os processos que um cliente segue antes de efetuar uma compra.

Ele é dividido em três etapas e, por meio da produção e distribuição de conteúdo, é possível qualificar o possível cliente, o que o fará avançar para as próximas etapas.

Como consequência direta disso, você consegue ter um ciclo renovável, no qual a geração de leads e as vendas são feitas de forma mais rápida e simples.

Continue lendo e confira as nossas dicas exclusivas sobre cada etapa do funil e aprenda como produzir conteúdos para cada uma delas!

Como produzir conteúdo para diferentes etapas do funil de marketing?

É importante frisar que todos os conteúdos criados para as etapas do funil devem ter um diferencial para destacar-se entre os concorrentes.

Por isso, busque desenvolvê-los sob uma visão exclusiva para trazer mais valor para o leitor.

Topo do funil

Como já falado, o topo é a etapa do funil de marketing em que os possíveis clientes ainda não sabem que têm um problema e, muito menos, como resolvê-lo.

Nessa fase, normalmente, eles não são chamados de leads, mas sim suspects.

Eles só se tornaram leads ao passarem algum dado, o que geralmente ocorre no meio ou ainda no fundo do funil.

Então, os conteúdos produzidos para essa etapa devem buscar conscientizá-lo sobre as suas dores, mas, ao mesmo tempo, chamar sua atenção e ser atrativo.

Por isso, eles são mais generalistas e básicos, apresentando de forma muito leve o problema e o que está relacionado a ele.

Dessa forma, os tipos de conteúdos mais comuns para a primeira das etapas do funil de marketing são:

  • dicas,
  • pesquisas,
  • explicações sobre termos da área,
  • curiosidades.

Em geral, investe-se em textos que tenham no título “o que é”, “saiba mais” e “descubra”.

O importante é que seja feita a apresentação dos conceitos e, claro, comece a tratar do problema.

Nessa etapa, os blog posts apresentam muitos benefícios, assim como vídeos e webinários.

Meio do funil

O meio é uma das etapas do funil de marketing que mais levanta dúvidas nos profissionais da área.

Nele, os suspects tornam-se prospects ou, ainda, leads e, apesar de já saberem sobre o seu problema, não sabem como solucioná-lo.

Os prospects são os leitores que já interagiram com a marca de alguma maneira, seguindo em alguma rede social ou até mesmo acompanhando o blog.

Já os leads são aqueles que trocaram os seus dados por algum conteúdo ou entraram em contato e a empresa já consegue contatá-los.

Para essa etapa, deve-se buscar conteúdos que sejam mais profundos, como práticas para solucionar o problema, frisar as vantagens e desvantagens das soluções e até mesmo ensinar como fazer algo relacionado ao problema.

A chave para os conteúdos do meio do funil é apresentar mais valor para o seu serviço e produto, mas de forma educativa e, claro, útil para o leitor.

Não esqueça de focar em conteúdos que incentivem o prospect a se tornar um lead, como ebooks, infográficos, podcasts e blog posts.

Fundo do funil

O fundo também é uma das etapas do funil de marketing que exige a produção de conteúdo.

Muitos profissionais pensam que após o lead descobrir qual é a solução para o seu problema, ele já irá efetuar uma compra, mas isso não é verdade.

Apesar dele já saber que tem um problema, saber a solução e dominar todo o assunto, ele ainda estará pensando qual é a melhor solução e, também, se realmente irá investir nisso ou não.

Dessa forma, os conteúdos do fundo do funil devem mostrar para o lead quais são os malefícios dele não resolver o seu problema logo, assim como apontar como o seu produto ou serviço é ideal para ele.

Por isso, eles serão mais comerciais e não se deve ter medo de citar concorrentes. É possível criar um blog post, por exemplo, mostrando quais são as melhores soluções e as suas estar entre elas.

É importante que você, como agência, consiga explicar para o cliente que é utopia pensar que o lead não está procurando por outras opções similares a dele e que a melhor forma de conquistá-lo é ser honesto e aberto.

Faça comparativos com as soluções do mercado, ofereça materiais que mostrem o retorno sobre o investimento realizado e, principalmente, mostre clientes que estão satisfeitos com os seus serviços ou produtos.

Uma boa ideia que pode aumentar significativamente os resultados do cliente é oferecer um teste gratuito de alguns dias ou o clássico “aprove ou devolvemos o seu dinheiro”.

Invista em call to actions fortes e incentive o lead a falar com um consultor!

Uma dica importante que deve ser aplicada em todas as etapas do funil de marketing para blog posts é focar no SEO para que os seus conteúdos consigam ser encontrados pelos leitores com mais facilidade.

Quando alguém estiver interessado e pesquisar no Google, poderá encontrar os conteúdos que você produziu na primeira página, o que aumentará as chances dele entrar no site do cliente e consumir os posts.

Isso acaba gerando mais valor para a empresa, uma vez que o leitor interpretará que ela é uma referência na área e tem autoridade.

Na hora de comprar, ele lembrará disso e as chances de efetuar uma compra com o seu cliente é maior.

Além disso, é fundamental frisar que a produção de conteúdo deve ser realizada para todas as etapas, caso contrário, não conseguirá alcançar os objetivos desejados.

Se o lead está na terceira etapa e não consegue encontrar conteúdos ideais para ele em certa empresa, ele irá procurar por outra e, possivelmente, comprará dela.

Vale ressaltar, ainda, que essa produção também deve ser feita nas redes sociais. Tenha uma diversidade de conteúdo para que você consiga atingir todos os seguidores e qualificá-los.

Como distribuir o conteúdo produzido?

Tão importante quanto produzir conteúdos para todas as etapas do funil de marketing é saber como distribuí-los corretamente.

Confira as nossas dicas para isso!

Segmente os leads

O primeiro passo de toda campanha de marketing deve ser fazer a segmentação dos leads do negócio.

Dependendo do tipo de conteúdo oferecido para o leitor, ele se tornará um lead logo na primeira etapa do funil, mas ainda não estará qualificado.

Por isso, deve-se fazer a segmentação de acordo com a sua qualificação. Uma boa ideia para isso é utilizar ferramentas de CRM que utilizam a metodologia de lead scoring.

O lead scoring consiste em dar pontos para cada ação que o lead toma e, quando ele atingir um certo valor que é definido pela própria empresa, é considerado qualificado o suficiente para ir para outra etapa do funil ou, ainda, para que o setor de venda entre em contato.

É importante destacar que essa segmentação pode ser feita de forma completamente automatizada, sem exigir grandes processos manuais.

Crie campanhas de e-mail marketing

A partir da segmentação de leads, sua agência pode começar a trabalhar com campanhas de e-mail marketing educativos ideais para cada etapa.

Ao invés de enviar uma newsletter generalista, com conteúdos que não são relevantes para o leitor, é possível criar uma em especial para as diferentes etapas do funil de marketing.

Dessa forma, os suspects só receberão informações que realmente são importantes e valiosas para eles.

O mesmo vale para todas as outras etapas.

Assim, você conseguirá criar campanhas mais segmentadas e, melhor ainda, com mais valor para todos os leads.

Como consequência direta, eles terão uma qualificação mais assertiva e rápida.

Publique periodicamente no blog e nas redes sociais

A publicação periódica em todas as redes dos clientes é algo que apenas apresenta benefícios.

Isso se dá por muitas razões. A primeira que podemos citar é o próprio SEO, que valoriza páginas que tenham mais conteúdo e, consequentemente, mais visitas orgânicas.

Outra razão é a percepção que os clientes têm da sua marca. Se você pudesse optar agora por ler um post feito em 2014 ou esse ano, qual você escolheria?

Apostamos que o mais atual.

Em poucos anos, muitas coisas mudam e quanto mais atualizado as publicações forem, melhor para o seu negócio.

Mais um ponto importante é criar mais conteúdos que sejam relevantes para o seu público. Para isso, não se deve priorizar apenas em criar, mas também com a otimização dos já existentes.

Utilize uma ferramenta como o Ubersuggest, veja quais são os posts que estão na segunda página do Google, por exemplo, e otimize-os.

Além disso, pegue os posts antigos, atualize as informações, traga novas pesquisas e faça-os se tornarem mais relevantes para o leitor.

O mesmo serve para as redes sociais. Mostre para os seguidores da empresa que ela produz conteúdos frequentes e que atualiza os seus canais.

Isso, como já falado anteriormente, trará mais autoridade e fará com que os seguidores vejam o negócio como uma referência no mercado, aumentando as chances de realizarem uma compra com ela.

O primeiro passo para aplicar todas as dicas que demos acima é conversar com o cliente, explicar o que são as etapas do funil de marketing e mostrar a importância dele investir em cada uma delas.

Através de uma conversa, ficará mais fácil mostrar o valor da sua proposta e, melhor ainda, aumentar os resultados.

Agora que você já sabe mais sobre como criar conteúdos para todas as etapas do funil de marketing, que tal nos seguir no Instagram? Sempre publicamos dicas valiosas para sua agência!

Equipe Umbler
Equipe Umbler

Crie sua conta e ganhe 7 dias grátis para testar os sites e e-mails!

Cadastre-se na Umbler sem compromisso ;)