Equipe Umbler
Equipe Umbler

Gestão de mídias sociais: como funciona?

Muitas agências, apesar de saberem a importância das redes sociais na estratégia de marketing, não sabem como efetivamente fazer a gestão de mídias sociais.

Esse serviço está cada vez mais em alta e pode trazer ótimos resultados para os clientes, desde que seja feito de maneira correta.

Se sua agência ainda não investe nele, chegou a hora!

Para auxiliar você, criamos esse post bem detalhado explicando a importância da gestão de mídias sociais, você também vai conferir um passo a passo dos processos que devem ser realizados. Continue lendo e confira!

Por que fazer a gestão de mídias sociais dos seus clientes?

Atualmente, é quase impossível traçar uma estratégia de marketing sem inserir as mídias sociais do cliente.

Isso se dá, principalmente, pelo fato desses canais serem altamente utilizados pelo público, tanto para consumo de conteúdo quanto para fazer compras.

Segundo uma pesquisa realizada pela GlobalWebIndex, empresa especializada em estatísticas de marketing, 54% dos usuários das mídias sociais pesquisam produtos nesses canais.

Isso mostra a grande importância de haver uma boa gestão de mídias sociais e porque a sua agência deve ser a responsável por essa estratégia.

Por meio de posts bem planejados, com conteúdo sobre a área de atuação do cliente, divulgação de produtos, promoções e interações com os seguidores, é possível trazer mais resultados.

De acordo com Review 42, empresa especializada em pesquisas, 71% dos consumidores que têm uma boa experiência nas redes sociais com uma empresa recomendam ela para os seus amigos e familiares.

Contra dados não há argumentos, não é?

Quais são as principais mídias sociais?

O primeiro passo para fazer a gestão de mídias sociais é conhecer em quais canais o seu cliente já está inserido e qual a importância de cada um dentro da estratégia digital.

As principais mídias sociais são:

Instagram

O Instagram é uma das redes mais amadas e é impossível deixá-la de fora de uma estratégia de mídias sociais.

Ele conta com mais de um bilhão de usuários ativos por mês e tem mais de 25 milhões de contas empresariais.

Em relação à idade, os usuários têm, na sua maioria, entre 18 e 24 anos ou 25 e 34 anos.

Facebook

O Facebook é uma rede social que levanta muitas polêmicas, principalmente porque muitas empresas acham que não vale mais a pena investir nesse canal.

Esse é um grande erro!

Essa rede social conta com 2,7 bilhões de usuários ativos por mês que, em sua maioria, têm entre 25 e 34 anos.

Através de uma boa gestão de mídias sociais é possível convertê-los em  leads e ainda efetuar vendas pela rede, por isso, insira-o na sua estratégia.

LinkedIn

O LinkedIn também é um dos canais que traz grandes resultados, mas é mais focado no mercado B2B.

Com 766 milhões de usuários, essa rede é muito bem utilizada por empresas que buscam conexões, seja para encontrar novos parceiros comerciais ou ainda para contratar novos colaboradores.

Nessa plataforma é possível produzir conteúdos exclusivos e publicar atualizações sobre a empresa, buscando interagir com outros gestores e profissionais da área.

Esses são, basicamente, os três canais mais trabalhados pelas empresas. Há ainda aquelas que se aventuram em outras redes sociais, como o TikTok, produzindo pequenos vídeos sobre seus produtos ou Twitter, com atualizações diárias sobre assuntos relevantes.

Como fazer a gestão de mídias sociais?

Agora que você já sabe mais sobre a importância da gestão de mídias sociais e as principais que o seu cliente deve investir, chegou a hora de aprender como fazer isso.

Para auxiliar você, separamos todo o processo em seis passos. Confira!

Faça um planejamento

O primeiro passo de qualquer estratégia de marketing começa pelo planejamento.

Para isso, recomendamos que sua agência converse com a empresa em questão, pergunte quais são os resultados que querem alcançar e qual tipo de conteúdo desejam produzir.

É importante ressaltar que nessa conversa você deve saber se posicionar e mostrar a importância da criação de conteúdo relevante ao invés de apenas compartilhamento de promoções ou produtos.

Nossa dica para isso é preparar uma boa apresentação que fale sobre a jornada de compra, mostrando que o indicado é haver conteúdos para as diferentes fases do cliente.

Lembre-se de trazer pesquisas e dados para embasar a conversa.

Uma boa ideia, se for possível, é mostrar a página de um cliente que sua agência já trabalha dessa maneira. Aponte quais são as publicações que contam com mais interações, os temas tratados e, até mesmo, os resultados alcançados.

Caso você não tenha essa possibilidade, basta mostrar a rede de um concorrente direto da empresa, apontando quais são os conteúdos que eles produzem e se baseando nisso para achar os déficits da área e os pontos altos.

A partir da definição do que o cliente deseja postar, deve-se começar a pensar nos formatos que isso será feito.

As redes sociais, principalmente o Facebook e o Instagram, contam com diversas maneiras de se comunicar com os seguidores e usuários.

No Instagram, por exemplo, é possível utilizar o feed para publicar fotos, vídeos e carrosséis. Há ainda o IGTV, os stories e, atualmente, o Reels.

No caso de vídeos, é importante pensar em como será gravado e disponibilizado para a sua agência.

Caso o cliente seja mais aberto, é possível fazer de tudo um pouco e, ao longo da estratégia, ir analisando os resultados para saber quais são os conteúdos que mais dão certo para o público.

Invista em conteúdos ricos

O compartilhamento de conteúdos exclusivos nas redes sociais é uma ótima ideia e deve fazer parte da estratégia.

Para isso, deve-se entender que a gestão de mídias sociais vai além de apenas as redes sociais em si.

Nos canais da empresa é possível compartilhar os conteúdos criados no blog, os cursos que serão dados, as lives que a empresa irá participar e, claro, outros materiais ricos.

Além disso, aumentar as chances dos seguidores conhecerem os outros canais da empresa, ainda irá fazer a marca se tornar uma referência na área e conquistar mais leads.

Uma boa ideia para a divulgação dos materiais ricos é criar uma prévia nas redes sociais, como um vídeo mostrando os principais pontos de um ebook criado ou o conteúdo do curso que será dado.

Isso desperta a curiosidade e faz os interessados buscarem mais informações.

O visual também é importante!

Sabe aquela famosa frase de Confúcio que afirma que uma imagem vale mais que mil palavras? 

Ela pode não ter um significado literal, mas é uma boa dica de gestão de mídias sociais.

Através de imagens atrativas é possível captar a atenção dos seguidores.

Busque trabalhar com as cores da empresa, inserir o logo quando achar necessário e ter imagens que tenham relação com a publicação.

Vale lembrar que essa não é hora de economizar! Apesar de haver algumas ferramentas para a criação de imagens de ótima qualidade, como o Canva, um designer é mais do que necessário.

O designer irá conseguir trazer elementos de valor para o visual e criar uma identidade própria.

Caso sua agência não tenha um designer na equipe, uma boa ideia é contratar um ou encontrar um freelancer.

Lembre-se ainda de incentivar o seu cliente a produzir material interno, ainda que não seja profissional.

As fotos do dia a dia dos colaboradores, por exemplo, costumam gerar muito mais engajamento, pelo simples fato de as pessoas se identificarem mais.

Agende as publicações

Dentro da rotina de tarefas que a agência precisa fazer, é complicado lembrar de todas as publicações, das datas delas, de todos os clientes sem perder nenhuma.

Por isso, a publicação manual não é recomendada, pelo contrário, é importante agendá-las.

Isso é mais fácil em algumas redes sociais do que em outras. O Facebook, por exemplo, permite esse agendamento de forma bem simples e descomplicada, na própria ferramenta.

Já o Instagram é um pouco mais burocrático, ele permite o agendamento pelo Facebook apenas das páginas comerciais. 

Além disso, alguns recursos de publicação nessa rede só podem ser usados através de um dispositivo móvel.

Dessa forma, a nossa dica é utilizar uma ferramenta que faça a centralização das redes sociais e possibilite a programação de forma muito simples e rápida.

Nós recomendamos as seguintes ferramentas:

Algumas delas contam com funcionalidades extras, como recomendação de horário para a postagem baseado no público, relatórios ou ainda o monitoramento de concorrentes.

Visite o site de cada uma, faça um teste gratuito e veja qual tem mais fit com a sua agência.

Interaja com os seguidores

A interação com os seguidores é algo muito legal que promove resultados reais!

Afinal, quem não gosta de se comunicar com uma marca que admira?

Essa interação pode ser feita de diferentes maneiras, dependendo do jeito que o cliente deseja se posicionar e quer ser visto nas redes.

Caso a marca seja mais descolada e lide com clientes mais jovens, é possível fazer piadinhas com os seguidores e manter uma comunicação mais leve. O melhor exemplo disso é a famosa Netflix que sempre responde de maneira debochada.

A marca criou para si esse perfil descontraído e isso encanta todo o seu público!

Tome cuidado! Isso não quer dizer que você deva criar uma conta e sair fazendo isso com todos os seguidores do seu cliente.

É preciso ser cauteloso, entender como o público gosta de se comunicar e criar, aos poucos, uma relação verdadeira com ele.

Mas também é possível fazer as interações de maneiras muito mais sérias, em especial quando o negócio pede por essa comunicação mais formal.

O Hotel Urbano é um exemplo. É uma das empresas que mais engaja os seus seguidores, mas sem ter o mesmo tom humorístico.

Ao abrir as suas redes sociais é possível vê-los sempre à disposição para tirar dúvidas nos comentários e auxiliar a resolver  possíveis problemas.

Além disso, em postagens com fotos de destinos turísticos, por exemplo, eles respondem com emojis e frases motivando as pessoas a viajarem.

São duas comunicações totalmente diferentes que podem ser seguidas para os seus clientes.

Vale relembrar: é importante, antes mesmo de começar a interagir, definir qual perfil a empresa irá ter como base e o que faz sentido para o público. Se o cliente tem público-alvo pessoas da terceira idade, por exemplo, utilizar memes não fará o menor sentido.

Monitore os resultados

A última etapa da gestão de mídias sociais é monitorar os resultados.

Isso pode ser feito tanto através das redes sociais que disponibilizam análises do alcance da publicação e das interações de cada conteúdo ou de algumas plataformas de agendamento.

Em geral, as plataformas oferecem mais métricas para monitoramento e permitem uma visão mais geral das publicações.

Seguindo esses passos você terá uma ótima gestão de mídias sociais e ainda oferecerá o melhor serviço para os seus clientes.

Lembre-se que ao oferecer um novo serviço é preciso de muita organização, para isso, recomendamos o uso de técnicas de gestão de tempo e produtividade. Continue lendo no nosso blog e conheça 5 técnicas que podem auxiliar a sua agência e aumentar a produtividade da equipe!

Equipe Umbler
Equipe Umbler

Crie sua conta e ganhe 7 dias grátis para testar os sites e e-mails!

Cadastre-se na Umbler sem compromisso ;)