Vinicius Pereira (Convidado)
Vinicius Pereira (Convidado), Content Marketing Specialist

Umblercast: tendências digitais para 2018

Com 2017 se despedindo e 2018 batendo à nossa porta é chegada a época do ano em que começamos a ouvir o clássico “Então é Natal” da Simone, época também de Especial de Final de Ano do Roberto Carlos e sabe mais do quê? Isso mesmo: previsões!

Se você é daqueles que adora se antecipar e saber o que vai ser tendência no ano seguinte, pode festejar! O post de hoje vai dar uma pincelada no que foi assunto no Umblercast sobre Tendências Digitais para agências e deixar você preparado para encarar os 365 dias de 2018. 

Não chegou a ouvir esse podcast ainda? No problems! Aproveite e confira o último episódio do Umblercast. Vale a pena!

2018 será o ano do Big Data

Imagine entender profundamente sobre o comportamento do seus clientes, com dados de comportamento social, geolocalização e perfil de consumo. Parece cena de filme futurista, não é mesmo? Pois bem, se você ainda não conhece e usa o Big Data em sua agência é hora de começar a se preparar.

O que sua agência pode ganhar com o Big Data? Já pensou como podem ser as otimizações SEO com uma grande quantidade de dados para apoiar as decisões? Os dados podem ser usados para aprimorar a eficácia das buscas e anúncios, tornando-os mais efetivos e rentáveis.

Outro ponto interessante que o Big Data pode contribuir são as interações sociais. Saber como se comporta, o que busca e como interage é um diferencial que sua agência pode usufruir para criar campanhas em mídias sociais muito mais certeiras e focadas na necessidade do usuário.

Além disso, os dados podem servir como apoio na tomada de decisões estratégicas da agência. Chega de tomar decisões baseadas em feeling, achismos ou previsões de gurus digitais. Agora você pode (e deve) planejar o futuro da sua agência com os dois pés fincados na certeza dos dados.

E-mail Marketing não morreu

Enquanto novas ferramentas surgem, outras continuam firmes e fortes. Esse é o caso do e-mail marketing. Segundo dados do Panorama das Agências Digitais 2018, a criação de campanhas de e-mail marketing está no TOP 3 de serviços oferecidos pelas agências.

Se engana quem pensa que o perfil atual de consumidor não lê e-mails. Alguns dados desmentem essa história:

  • Segundo o Litmus Email Analytics, a porcentagem de emails lidos por mais de 18 segundos cresceu de 38,4% em 2011 para 44,4% em 2016;
  • Segundo pesquisa da Adestra, 73% dos millennials entrevistados respondeu que preferem receber comunicações comerciais por e-mail;
  • Dados do Radicati Group, apontaram que o número de contas de e-mail alcançou 4,3 bilhões no final de 2016;
  • Segundo pesquisa da McKinsey & Company, funcionários de empresas passam, em média, 13 horas da sua jornada semanal de trabalho verificando sua caixa de entrada;
  • Uma pesquisa da Pew Research, constatou que 92% dos adultos presentes na internet utilizam e-mail, sendo que 61% deles utilizam diariamente;
  • Segundo o MarketingSherpa, 72% dos consumidores escolhem e-mail como o melhor canal para receber comunicações de empresas e marcas.

O e-mail marketing que pode representar um novo incremento ao mix de serviços oferecido pela sua agência. Quem trabalha com criação de campanhas de e-mail sabe que essa é apenas uma fatia do bolo. Sua agência pode ofertar ainda a gestão da base de contatos, a análise dos resultados, a criação dos templates de e-mail e o envio das mensagens.

Aposte no Marketing Automation

Automação de marketing é um dos serviços que mais tem crescido ao longo dos anos. Prova disso, é que no Panorama das Agências de 2017 34,5% das agências oferecia o serviço e em 2017 o número passou para 51,3%.

Automação de marketing é muito mais do que enviar e-mails altamente segmentados. É possível automatizar o pipeline de vendas, a gestão do CRM, as interações por chat e muito mais. Aliando a inteligência do Big Data com as automações é possível criar grandes fluxos e maximizar os resultados dos seus clientes.

O futuro da interação

Esqueça a chateação de ter que ligar para uma pizzaria e levar 10 minutos tentando explicar seu pedido. O desenvolvimento de  aplicativos cada vez mais específicos, que desempenham a função de atendimento, prometem mudar a forma como nos relacionamos com as marcas.

Além de oferecer uma experiência mais certeira e efetiva para o usuário, os chatbots facilitam processos e removem obstáculos que podem surgir durante uma venda, por exemplo.

Outra tecnologia que é protagonista para o futuro da interação é a inteligência artificial. Com ela podemos ensinar nossos computadores a escolher a melhor solução para determinados problemas.Uma máquina pode recomendar uma nova peça de roupa baseada em uma compra anterior, ou mapear transações suspeitas em sua conta no banco, por exemplo.

The Content Era

Estamos vivendo a Era do Conteúdo, fase em que as pessoas decidem o quê e de quem irão comprar buscando conteúdo de qualidade sobre o produto ou serviço.

A globalização derrubou barreiras, aproximou os consumidores de marcas do outro lado do mundo e fez com que as empresas precisassem investir pesado para aumentar suas vendas.

Empresas que viram na produção de conteúdo de qualidade a grande oportunidade de construir relacionamento com seus clientes, e com isso aumentar suas vendas, certamente saíram na frente nessa disputa. Esta é uma grande oportunidade para todas as marcas, independente do tamanho da empresa, de competir com  gigantes do setor.

Se a sua empresa ainda não investe em conteúdo de qualidade pode estar perdendo força e desperdiçando grandes oportunidades. 2018 promete ser o ano do conteúdo.

Quem é o profissional do futuro?

Com o início da revolução digital, ano após ano surgem novas tecnologias, ferramentas e abordagens. E para todos os profissionais digitais é impossível não se atualizar.

Se você deseja ser um profissional do futuro, muito mais do que saber tudo sobre Big Data, chatbots, IoT, Machine Learning, automação de marketing, otimizações SEO e outras tecnologias disruptivas, é preciso entender que o perfil desse profissional exige muita atenção nas famosas soft skills.

Tão importante quanto saber criar a melhor campanha de e-mails do universo é preciso saber trabalhar em grupo, ser proativo, comprometido e independente. Aqui na Umbler nosso CMO costuma dizer que skills técnicas você aprende, mas ser uma pessoa legal que colabora e faz o time crescer vem de berço.

E sua agência está preparada para 2018? Qual tendência você aposta que vai bombar em 2018? Comente para nós e vamos ampliar esse debate. 😉

Vinicius Pereira (Convidado)
Vinicius Pereira (Convidado), Content Marketing Specialist