Bruna Goss
Bruna Goss, Content Manager na Umbler @bmgoss

WordPress 4.5: Atualizações e Novos Recursos

Em abril de 2016 foi lançada a versão 4.5 do WordPress, chamada Coleman, em homenagem ao saxofonista e músico de Jazz Coleman Hawkins. Assim como no lançamento da versão 4.4, reunimos os principais recursos em um post com informações da Apiki, especialista em WordPress.

Até o momento, já foram lançadas duas atualizações dessa versão do WordPress. No dia 26 de abril foi lançada a versão 4.5.1, com correções para algumas questões, como a quebra de sites baseados no tema Twenty Eleven e a incompatibilidade com algumas versões do Chrome. A versão 4.5.2 foi lançada no dia 06 de maio, com atualizações importantes de segurança.

É sempre indicado atualizar a versão do WordPress para evitar vulnerabilidades. Saiba mais aqui.

WordPress 4.5: Atualizações e Novos Recursos

Entre os principais recursos que dessa nova versão do WordPress estão a formatação de links, o preview de mobile e a alteração de logos. Além disso, há novidades para desenvolvedores, como o redimensionamento de imagens e a possibilidade de incluir scripts inline.

Login com E-mail

Uma novidade vai ajudar muitos usuários da plataforma WordPress: agora é possível fazer login com uma conta de e-mail, não só através do nome de usuário. Não será necessário realizar nenhuma atualização ou configuração para ativar o login por e-mail.

Lembrando que é uma boa dica de segurança ter nomes de usuário e senhas fortes para WordPress. Saiba mais aqui.

Gestão de Comentários

Na gestão de comentários, o e-mail de alerta agora traz o conteúdo do comentário, sem as tags de HTML. Além disso, ao acessar a área de Comentários no WordPress através do e-mail, é possível fazer a edição do texto comentado, o que não era possível antes. Uma mudança aparentemente pequena, mas que facilita bastante a vida de quem faz a moderação.

Edição de Logo

Essa novidade será útil para muitas pessoas! Agora, é possível editar o logo do seu site em WordPress diretamente na área “Personalizar”. Isso já era disponível em alguns temas, e agora faz parte do core do WordPress. Veja o comentário dos especialistas da Apiki:

Este recurso também soluciona o problema de tamanho do logotipo no display, se ajustando facilmente a outros formatos. O personalizador do WordPress já existe há muito tempo, porém antes da versão 4.5, a personalização de logotipo só era possível através de plugin.

Preview mobile

Outra novidade da área “Personalizar” é a possibilidade de ver um preview do site em dispositivos móveis. Com a maioria dos acessos à internet do Brasil vindo de smartphones, é cada vez mais importante ter um site responsivo. Na nova versão do WordPress, já é possível visualizar o site nas versões Desktop, Tablets e Smartphones. Para fazer isso, é só acessar o menu Aparência > Personalizar.

Esse recurso sofreu alterações na versão 4.5.1, mudando a medida do tamanho de tablet de polegadas para pixels

Melhorias no Editor Visual

Você, que usa o editor visual do WordPress, já deve ter vivido a seguinte situação: está incluindo/editando um conteúdo e tem que incluir um link. Essa mudança é feita para você: agora, é possível incluir links inline no WordPress, sem ser necessário abrir aquela nova janela. E tem mais! De acordo com o pessoal da Apiki:

Além disso, o campo de pesquisa detecta quando o usuário digita uma URL externa, começando com http: // , ou quando começar a digitar palavras-chave a fim de vincular a um conteúdo já existente.

Ainda na área de edição, a formatação de texto também ficou mais fácil: ao usar *texto*, você verá ele em itálico, ao usar **texto**, o verá em negrito e ‘texto’ em código.

Embeds personalizáveis

Na versão 4.4 do WordPress passou a ser possível fazer Embed de outros conteúdos nas páginas. No 4.5, os Embeds, de acordo com os Apikers:

Na nova versão do WordPress o elemento iframe usado para adição dos embeds, mudou seu atributo title para melhor descrever o que está sendo exibido e para aprimorar a acessibilidade. Os embeds agora também fazem parte da hierarquia dos arquivos, antes eles só poderiam ser alterados através de filtros. Atualmente, você pode adicionar um template personalizado e montar sua própria estrutura da maneira que desejar. Os templates devem ter o seguinte padrão de nomenclatura para que sejam carregados pela hierarquia.

Performance na Compressão de imagens

A versão 4.4 do WordPress permitiu a apresentação de imagens responsivas. A versão 4.5 aumenta a performance da compressão de imagens. De acordo com a Apiki:

Na nova versão WordPress 4.5 poderemos contar com uma compressão de imagem maior, melhor redimensionamento e novas funções. Na classe WP_Image_Editor tínhamos uma compressão padrão de 90% do tamanho total, ou seja, era retirado 10% da qualidade de imagem e agora por padrão teremos 82% ou seja retiraremos 18% de qualidade visto que em testes tivemos ótimos resultados e uma perDa de qualidade não perceptível mas é possível alterar esses valores utilizando do filtro wp_editor_set_quality.

Scripts

A versão 4.5 do WordPress trouxe uma nova função wp_add_inline_script , que permite incluir scripts em linha, conforme explica o pessoal da Apiki:

wp_add_inline_script() pode ser usado para adicionar scripts antes ou depois de registrar um script usando o terceiro argumento opcional $position.

Mais algumas novidades da nova versão do WordPress feita pela Apiki:

Bruna Goss
Bruna Goss, Content Manager na Umbler @bmgoss
  • William Petry

    Eu uso wordpress e acho perfeito 🙂

  • Rodrigo Miquilino

    Estou tentando instalar o WordPress no Umbler mas não estou tendo muito sucesso .-.
    mas uso o wordpress na plataforma “local” e com certeza é perfeito..

  • gustao

    Oi pessoal. Valeu pelo post, um ótimo resumo para nos situarmos das novidades 🙂

    A propósito, existe alguma limitação em utilizarmos o WordPress na hospedagem do tipo Pro?
    A todo momento ao gerenciar meu site percebo que o limite de memória/cpu é atingido, causando a interrupção do acesso.. Vocês não consideram criar um tipo de hospedagem focado em WP (com algum aumento específico para otimizar o funcionamento do sistema)? Considero inviável contratar o plano Cloud apenas para um site…

    Valeu!

    • Leonardo Souza

      Olá Gustão, tudo bem? Peço que verifique a versão do PHP do site, para o WP recomendamos o uso da versão 7.0 para máxima performance e redução do consumo, ela é alterada dentro da opção Site do app, logo ali ao lado do resumo de consumo. Depois do site pronto, recomendo que verifique o uso da CloudFlare e desativar as wp-crons, assim o site não sofre com nenhuma cron pesada sendo executada fora de hora.
      Cordialmente,
      Leonardo Souza
      Seu amigo da Umbler 😉