Agências digitais: oportunidades para crescer em 2017

E então 2017 já começou! Já estamos no fim do primeiro mês do ano e, se você é uma dessas pessoas que gosta de traçar metas, definir objetivos e aproveitar a energia do começo do ano para realizar mudanças, esse post é para você! Se, entre as resoluções do seu ano de 2017 está crescer sua agência, você não está sozinho! O ano de 2016 foi bastante complicado economicamente e o ano que se inicia também oferece desafios, mas também muitas oportunidades para agências digitais que queiram crescer e se profissionalizar. De acordo com o Panorama das Agências Digitais de 2017, o principal desafio para este ano é aumentar o número de clientes recorrentes.

Se identificou? Então veja cinco pontos que preparamos para ajudar a atingir esse objetivo, são estratégias para ajudar sua agência a decolar em 2017! Vamos lá? Você vai precisar de tesoura sem ponta, cola bastão…

Marketing para a sua agência

Conhece a expressão “Casa de ferreiro, espeto de pau”? Então, ela ainda é muito verdadeira para algumas agências, que oferecem serviços muito bons para seus clientes, mas esquecem de aplicar os mesmos conceitos na própria agência. De acordo com o panorama das agências, 69% dos participantes afirmou que deve aumentar o investimento em marketing digital para a própria agência.

Não fazer o próprio marketing é algo muitas vezes motivado pelo fato de agências ainda serem muito dependentes da indicação para captar novos clientes. De acordo com o Panorama, 73,3% das agências afirmam que novas contas vêm de indicação de clientes atuais, e 58,4% contaram que os novos clientes vêm da indicação de parceiros. O boca a boca ainda é muito importante, claro, mas sem um esforço para a captação de novos clientes os novos jobs ficam incertos, dependendo de fatores que a agência não pode controlar. Assim, fica difícil planejar investimentos a longo prazo e prever a receita para os próximos meses.

Por isso, a primeira coisa que recomendamos sua agência a fazer (se ainda não faz) é aplicar conceitos de marketing digital a seu próprio favor: começando com um bom site, passando por um blog atualizado e com conteúdo relevante, landing pages com formulário para captação de leads, campanhas de email marketing que engajem os potenciais clientes e presença ativa nas redes sociais. Ufa! Parece difícil, mas com planejamento é possível sim.

Em dúvida sobre por onde começar? Defina os objetivos que você quer atingir, trabalhe com o conceito de personas para entender quem são os seus clientes. Se for trabalhar com conteúdo, pense em criar materiais que auxiliem a resolver as dores das pessoas.

Organização de tarefas para agências

Jobs atrasados? Sextas feiras passadas na agência? Sim, faz parte, mas investir em alguns métodos para organizar as tarefas da sua equipe pode fazer uma grande diferença. Se você quer entender os gargalos, saber se precisa investir em uma equipe maior ou acha que precisa aumentar a produtividade da sua equipe atual, comece a pensar em métodos de gerenciamento de projeto.

A metodologia ágil, mais conhecida pelos desenvolvedores de software, vem ganhando cada vez mais espaço junto a equipes de marketing. Pensando em formas de aumentar a colaboração e transparência e aumentar a produtividade das equipes, os princípios de agilidade aplicados a equipes de marketing visam manter entregas constantes e aprimoradas, refletir e adaptar ao longo do tempo. Dentro das metodologias ágeis, destaca-se o uso do framework Scrum – que divide grandes tarefas (como uma campanha) em pequenas entregas que devem ser feitas durante um período determinado de tempo.

Além de aplicar uma metodologia para organizar as tarefas da agência, você pode contar com ferramentas de gerenciamento de projetos para te ajudar.

Um processo de vendas

Aplicar um processo de vendas na sua agência também é muito importante, a partir do momento em que você está gerando leads com o marketing que está aplicando, a próxima pergunta passa a ser: e agora? O que fazer com eles? A boa notícia é que muitas agências já têm um processo definido de vendas (52,3%, de acordo com o panorama das agências). Se você ainda não faz parte desta estatística, pode optar por uma estratégia Outbound, usar Inbound Sales com métodos como SPIN, ou ainda um modelo de venda mista, a escolha vai depender do momento da sua agência.

Ter uma equipe de vendas na agência pode fazer a diferença, tirando o peso dos ombros dos sócios nessa tarefa, sendo que se esse for o seu caso, é importante definir metas para as equipes (de acordo com o panorama das agências, 70% dos participantes da pesquisa não têm metas definidas para equipes de vendas) e aprimorar o processo para não perder clientes. Nessa etapa, fazer uso de um CRM pode ajudar muito na organização das comunicações: existem desde opções gratuitas, como o Hubspot, a opções mais focadas como Agendor.

Parcerias

Sabe a música dos Beatles “I get by with a little help from friends”? Parcerias são muito importantes para o sucesso de agências. Além da informação de que novos clientes vêm da indicação de parceiros, para agências digitais, é uma boa fazer parcerias com agências maiores, mais voltadas para o offline. Isso é importante porque, de acordo com o Censo das Agências de 2015, os serviços mais terceirizados (59%) são justamente a produção de sites e aplicativos.

Além disso, vale procurar programas de parceria de empresas de marketing digital (Rock Content e Resultados Digitais têm programas deste tipo) e se aproximar de empresas que trabalham com a mesma persona que você. Se, por exemplo, sua agência atende pequenas empresas, por que não produzir conteúdos ou fazer uma parceria estratégica com outras empresas, como de carreira ou de gestão financeira? Vocês podem, unidos, atingir um público com conteúdo relevante e ganhar destaque.

Novas ofertas de serviços

Pode parecer um pouco polêmico, mas, já que estamos no começo do ano e neste clima de mudanças, por que não repensar os serviços oferecidos pela sua agência? No e-book “Como Agências Podem Vender Mais e Cobrar por isso”, falamos sobre como agências digitais podem ir além da criação de sites e oferecer serviços de marketing digital, hospedagem de sites, SEO e criação de conteúdo.

A vantagem de oferecer serviços de marketing digital e inbound marketing, por exemplo, é que são contratos que envolvem um pagamento mensal e recorrente, facilitando a previsibilidade de receita e criando laços entre agência e cliente. Se você já oferece alguns destes serviços pense em como pode complementá-los com marketing de conteúdo, AdWords, consultoria em vendas ou mesmo manutenção e segurança de sites. Novamente, para saber quais desses esforços são mais importantes, entenda quais são as personas dos seus clientes.

A maioria das agências que ainda não presta serviços de marketing digital (38,7%) reconhece o benefício destes serviços, mas ainda não conseguiu priorizar essa tarefa. Voltamos para a questão de prioridades: com organização de tarefas, marketing da agência e processo de vendas, ficará bem mais fácil para sócios e diretores conseguirem priorizar esta necessidade.

E aí, o que acharam? Vão colocar em prática alguma dessas dicas? Já estão fazendo? Nos contem nos comentários!

Banner landing page

  • Gostei Bruna, uma das coisas que conversei com meu sócio é justamente isso. Fechamos quatro contratos boas primeiros quinze dias do ano, mas foram todos indicações. Mas quero ir além e investir pesado em marketing pra não ficar como em 2016.

  • PTC Easy Money BR

    Show

  • Carolina Pacheco

    Muito bom de verdade.

    Parabéns, Bruna!

    Um grande abraço!