#3 Como criar landing pages de sucesso: ferramentas e divulgação

Em qualquer projeto de marketing digital, colocar as concepções em prática não é uma tarefa fácil. Desde a escolha do canal, passando pela delimitação de objetivos e público-alvo, até as etapas de produção e divulgação, muitas decisões estão em jogo. No caso de landing pages não poderia ser diferente. Por se tratar de uma mídia complementar a tantas ações possíveis, e estar dentro de uma estratégia maior de Inbound Marketing, acaba exigindo mais agilidade, precisão e, claro, muita criatividade, tanto no momento de criação quanto em processos de divulgação.

Agora que já compreendemos os usos e a importância das landing pages, e também elencamos os elementos essenciais desse tipo de página, vamos destacar algumas ferramentas práticas de criação e também formatos de disseminação e integração com outros canais. Let’s get our hands dirty!

Melhores ferramentas para a construção de landing pages

A ideia não é desestimular a criação de páginas do zero, mas sugerir alternativas ágeis e eficazes de produção. Existem inúmeras ferramentas que facilitam o desenvolvimento landing pages já otimizadas para conversão e que possibilitam a sua criação em poucos minutos. Selecionamos algumas delas e suas principais funcionalidades:

Unbounce

Com o Unbounce, os usuários podem usar modelos já prontos de landing pages ou começar sua própria página do zero, organizando os elementos de sua preferência por meio do modelo drag and drop. Também são oferecidos diversos recursos avançados de design, que podem ser adicionados à página em apenas alguns segundos. Além disso, com a ferramenta de testes A/B, o usuário pode descobrir mais facilmente o que fazer para melhorar suas taxas de conversão.

Hubspot

A plataforma da Hubspot permite a criação de landing pages com rapidez e facilidade. Ela oferece ferramentas para testes A/B e um painel com informações detalhadas sobre as páginas criadas, para que seu desempenho possa ser mensurado. A plataforma também garante que as páginas de destino criadas para desktops sejam totalmente compatíveis com dispositivos móveis.

OptimizePress

O OptimizePress oferece uma série de modelos de landing page pré-prontos. Basta fazer alguns cliques para começar a editá-las, adicionar mais funcionalidades e incluir diversos elementos, tais como listas e botões para redes sociais. A ferramenta também gera de forma automática páginas totalmente responsivas, para que os visitantes possam acessá-las a partir de qualquer dispositivo.

Lead Pages

O Lead Pages é outra plataforma que possibilita a publicação bastante rápida de uma página destino. Ele oferece um construtor bastante simples, que permite a criação, edição e implantação da página sem que o usuário precise ter conhecimentos em programação. E, por permitir que as landing pages sejam hospedadas nos seus próprios servidores, o Lead Pages garante uma ótima experiência de navegação ao visitante.

Klickpages

O Klickpages provê uma ferramenta bastante interessante de edição inline, que permite que o usuário veja imediatamente qualquer mudança que realizou em sua página de destino. A plataforma protege o conteúdo oferecido pela landing page, concedendo o acesso apenas aos visitantes que tenham se cadastrado na lista de e-mail. O Klickpages também se integra facilmente com a plataforma WordPress.

Pós-produção: como integrar landing pages a outras ações

Depois de criada, a landing page precisa ser integrada a sites, blogs, CRMs ou, mesmo, a sistemas de automação de marketing. Para garantir o sucesso de uma landing (altas taxas de tráfego, geração considerável de leads, bons índices de compartilhamento, entre outros) são necessários também diversos alinhamentos pós-produção, que podem fazer toda a diferença, como:

  • Onde e como minha landing page será encontrada?
  • Onde serão armazenados os leads capturados?
  • Como os leads serão classificados?
  • Como criar um relacionamento com esses leads?

No caso de agências, é importante definir até que ponto os tópicos acima devem estar inclusos na entrega de uma landing page como prestação de serviço. Estratégias que vão além da produção da página podem ser bastante interessantes para fidelizar o cliente e agregar outros tipos de entrega como adicionais. Ou seja, além de poder oferecer a produção de páginas de captura, sua agência também pode ofertar outros tipos de serviço com foco no crescimento, acompanhamento e complementação da mesma.

Além das práticas de SEO, que auxiliam no ranqueamento de uma landing page em buscadores, é importante que, independente de como essa página foi criada (se foi totalmente desenvolvida ou produzida em uma ferramenta), esteja dentro do domínio utilizado pela empresa que pretende divulgá-la, e que também esteja linkada no próprio site ou mesmo em blogs/posts. É possível criar popups, alertas ou modais, com chamadas impactantes que indiquem para a página. A criação de campanhas de mídia paga em redes sociais também pode ser uma boa forma de divulgar sua landing page para públicos que possam se interessar por ela.

Outro ponto fundamental a ser pensado é onde e como os leads capturados pela landing serão armazenados e aproveitados para ações futuras. No Inbound Marketing, a captura de leads, apesar de ser uma etapa bastante significativa, trata-se apenas de uma parte de um processo maior, que objetiva transformá-los em clientes e advogados da marca – fazendo os usuários avançarem no funil de vendas. É aí que entra a questão de administração e relacionamento de leads, feitas, geralmente, por meio de ferramentas próprias, que auxiliam no contato com usuário, seja utilizando emails, seja fazendo contatos específicos, puxados por uma equipe de vendas. Tais ações podem ser organizadas em ferramentas de automação de marketing e CRM, onde além de classificados por estágio e nível de preparo para conversão, os leads passam a receber comunicações específicas, como materiais informativos, propostas comerciais, entre outros. Uma ótima ferramenta a ser utilizada nesse etapa é o Route.

Mesmo sendo um entre tantos canais disponíveis para ações de Inbound Marketing, a landing page é, sem dúvida, uma excelente forma de captar bons leads e dar seguimento aos ciclos de vendas de forma mais precisa e bem sucedida. São diversas as ações pós-produção de landing pages, que incluem não somente processos de integração e divulgação, mas também de monitoramento contínuo, com o objetivo de manter a página atualizada e aprimorá-la a partir dos comportamentos do usuário.

Aliás, a importância da análise de resultados de landing pages é o tema do próximo post! 😉

Confira os outros posts da série sobre landing pages:

  • Muito bom, bem motivador!

    • Que bom que você gostou, John! Já conferiu os outros posts da série? Qualquer dúvida, mande para nós 🙂

  • Frank Sousa

    Show!

    • Ótimo, Frank! Espero que você possa utilizar todas essas dicas 🙂

  • Daniel Marley

    show

    • Que bom, Daniel! Espero que essas sugestões sejam úteis pra você 😉

  • PJ Artmanha Shows

    Agora vou procurar o próximo post…

    • Olá! Em breve, publicaremos o próximo post da série. Fique ligado 🙂

  • Glauber Cordeiro

    A home do site pode ser considerada um Landing Page se bem estruturada para receber os leads e captá-los?

    • PJ Artmanha Shows

      Acho que a home do site pode ser sim, mas dependendo da ação ou campanha não é a melhor opção né, uma página de captura tem de ter foco exclusivo.

      • Exatamente, PJ! Muitas vezes, a página precisa de um conteúdo mais específico (aí, a landing page exerce um papel melhor que a home do site) 😉

    • Sim, Glauber! O objetivo da landing page é, justamente, apresentar um conteúdo relevante para sua audiência, que auxilie na captação de leads. Você pode aproveitar sua home para isso (inclusive temos um exemplo de uso da home como página de captura no primeiro post da série sobre landing pages http://blog.umbler.com/br/como-criar-landing-pages-de-sucesso-visao-geral/ ), mas, claro, é interessante que, dependendo do produto ou serviço que você queira divulgar, a página tenha um foco específico (até para atender melhor as necessidades do público). Se tiver mais alguma dúvida, envia para nós 🙂